terça-feira, 5 de julho de 2016

Malhas Imperial: 43 anos aquecendo gerações

A Malhas Imperial surgiu na Linha Imperial, em Nova Petrópolis/RS, no início dos anos 70, a partir do trabalho desenvolvido pela dona de casa Nelcy Neumann. Casada com Guido Neumann, funcionário da Caixa Rural (hoje Sicredi), e mãe e sete filhos, Nelcy tricotava malhas para a família com o intuito de enfrentar o inverno rigoroso de forma econômica.
No ano de 1971, para agilizar o trabalho, a família resolveu comprar uma máquina de tecer Kubler, que, apesar de manual, atendia perfeitamente as necessidades domésticas. A máquina produzia peças de apenas uma cor, que, com o tempo, começaram a fazer sucesso. Parentes, vizinhos e amigos, admirados com a malha produzida, começaram a fazer encomendas - bastava levar o fio e determinar o modelo. Transcorrido algum tempo, Nelcy adquiriu uma máquina que produzia peças de duas cores.
Em 1972, com o aumento da demanda, a família Neumann teve a idéia de ampliar o trabalho doméstico e transformá-lo em negócio. Assim, planejou a compra de uma máquina semi-industrial.
1973 a 1978 - Malharia no Porão
Em 5 de julho de 1973, foi fundada oficialmente a empresa Nelcy E. K. Neumann & Cia Ltda. Malhas Imperial. A malharia foi montada no porão da casa da família.

No início trabalhavam apenas por encomenda: tiravam medidas, o cliente sugeria o modelo e assim teciam a peça. Inesperadamente, esse método de trabalho fez a clientela crescer rapidamente, embora nada fosse feito em termos de divulgação.

No seu ramo, a Malhas Imperial foi pioneira em Nova Petrópolis, o que constituiu um ponto a seu favor. Rapidamente tiveram que contratar funcionários para atender a crescente demanda.

1978 - Praca de Nova Petropolis
 Já em 1976, teve início na praça de Nova Petrópolis o Festival de Inverno, para venda de malhas, artesanatos e produtos coloniais. A Malhas Imperial, juntamente com outras malharias e pequenas empresas, participou do evento. Em seguida, esteve presente em feiras de Caxias do Sul e, a esta altura, já havia se transformado em sinônimo de qualidade e bom gosto.

Em 1976, Elli Dutra, uma cliente, foi convidada a abrir um posto de vendas em Gramado(RS). A iniciativa deu tão certo que a parceria continua até hoje, sob responsabilidade da família Dutra. Dessa forma, a Imperial foi seguindo seu caminho, e, com o auxílio de representantes, os negócios se ampliaram, inclusive com a efetivação de vendas para grandes redes de lojas.

Em 1982, houve uma reestruturação da empresa e a filha de Nelcy, Rosane, iniciou suas atividades em tempo integral.
O tempo foi passando e, com ele, ocorreram muitas mudanças:
- a concorrência aumentou
- a economia começou a apresentar oscilações
- a inflação chegou às alturas
- os custos subiram
- e para agravar o quadro, o inverno já não era tão rigoroso.
Mas todas as dificuldades foram vencidas com criatividade e coragem, e a empresa nunca deixou de dar prioridade à qualidade e originalidade dos seus produtos.

Em 1989, Eduardo, um dos filhos mais novos, passou a trabalhar com os pais e a irmã. Na mesma época, a malharia fez um grande investimento em modernização tecnológica: foi importada, da Itália, sua primeira máquina eletrônica, totalmente computadorizada. Foi um marco que possibilitou um grande avanço em produção, qualidade e criatividade.

Em 1991, com a inauguração do Hotel Berghaus, Nelcy resolveu dedicar-se com exclusividade ao novo empreendimento da família, desligando-se da malharia.

Em 1996, a Imperial abriu uma loja no centro da cidade, além de iniciar sua participação no Festimalha. Três anos depois, abriu sua quarta loja, a segunda em Gramado.

Em 2002 implantou um sistema de gestão exclusivo para malharias que a possibilitou administrar melhor todas as áreas da empresa: produção, estoques, vendas, financeiro e outros.

Em 2003, com a entrada do filho Leonardo na empresa, surge a Vira & Mexe que é uma marca voltada ao público infantil objetivando focar segmento cada vez mais exigente. A empresa ampliou seu quadro de representantes atendendo não mais sobre aos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina, mas passa a atender também com maior intensidade os estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. A partir deste momento começou a participar também de feiras para lojistas como a FENIN e FIT, ampliando ainda mais sua relação com este mercado. Já em 2004 cria o mascote Centopeca: uma simpática centopeia.

Centopeca
Entre os anos de 2004 e 2006 iniciou uma ampla reformulação e padronização física das lojas próprias objetivando criar um ambiente de compras ainda melhor aos seus clientes.

Em 2009 começou a produzir anualmente os catálogos de venda da coleção outono/inverno da Vira & Mexe estreitando ainda mais a relação com o lojista. O catálogo foi uma forma de facilitar as compras do clientes lojista, assim como uma excelente ferramenta de divulgação.

Entre os anos 2010 e 2012 a empresa inova mais uma vez importando 5 teares japoneses com modernos recursos produtivos ampliando produtividade e principalmente capacidade de produtos ainda mais sofisticados e diferenciados.

Neste meio tempo, muitos consumidores de longe estavam em contato querendo comprar as malhas infantis e desta forma surge em 2012 a loja virtual da Vira & Mexe. As peças de criança são assim remetidas para as mais diversas regiões do Brasil.


A Malhas Imperial sempre foi símbolo de força, competência e solidez. Hoje, a administração está voltada para a relação qualidade - produtividade - competitividade - design, e muitas são as dificuldades para harmonizar esse conjunto. Para superar os obstáculos, a empresa investe cada vez mais em equipamentos modernos de tecelagem e acabamento, fios diferenciados, criatividade na modelagem e qualidade dos seus produtos. A pesquisa e desenvolvimento de novos produtos são o ponto chave para o sucesso da empresa.


Hoje, além de contar com seus cinco pontos de venda próprios, a Malhas Imperial, através da Vira & Mexe, está presente nas mais diversas regiões do Brasil. Atualmente conta com aproximadamente 40 colaboradores. Apesar de ser uma empresa familiar sempre se focou na profissionalização e o sucesso destes 43 anos em muito se deve a essa preocupação.

A Malhas Imperial se foca no público adulto (masculino e feminino), enquanto que a Vira & Mexe para o segmento infantil desde bebê até a linha Teen.


Malhas Imperial, Vira & Mexe - empresa com sinônimo em tradição, qualidade e moda em malha tricot.

Fonte: Jornal a Ponte - 10/07/2013, pags 10 e 11, por Jéssica Loesch

ENDEREÇOS:

Nova Petrópolis 1
Av. 15 de Novembro, 1290 - sala 7
Centro Comercial Imperatriz Leopoldina
Nova Petrópolis/RS
Junto a Rua Coberta e Praça das Flores


Loja e Fábrica
Rua Bertholdo Kehl, s/n, Linha Imperial
Nova Petrópolis - Rio Grande do Sul
Telefone: 54 - 3298 1035
Atende de segunda a domingo
das 9h às 18h

Nova Petrópolis 2
Av. 15 de Novembro, 1860
Fone: 54.3281.1836
Atende de Segunda a Domingo
das 9h30min às 18h

Gramado 1
Rua São Pedro, 769 - Centro
Fone: 54.3286.1000
Atende de terça a domingo
das 9h30min às 12
das 13h30min às 18h30min

Gramado 2
Rua Garibaldi, 254 - Centro
Fone: 54.3286.6956
Atende:
- de segunda a sexta
das 9h30min às 12h
e das 13h30min e das 18h30min

- Sábados e Domingos
das 9h30min às 18h30min

malhas@imperial.ind.br


www.malhasimperial.com.br

www.viraemexe.com.br

quarta-feira, 16 de março de 2016

Chama de Fogo combina ambiente moderno ao autêntico churrasco




A Churrascaria Chama de Fogo - está praticamente em frente ao Hotel Estrelas da Serra para quem vai, ou volta, de Taquara/RS.

O local é relativamente novo, amplo, valoriza a praticidade e o bom gosto. O ambiente aproveita bem a luminosidade que o sol proporciona.

O atendimento prestado para 140 pessoas sentadas, prima pela simpatia, educação e bem servir!





O rodízio completo é para quem deseja desfrutar de 15 variedades de carne, incluindo, picanha nobre, baby beef, carré de cordeiro, filé mignon e também o pão recheado com queijo e alho ... que é uma delícia, além do  queijo coalho e do tradicional abacaxi com canela.

Na Chama de Fogo você também pode saborear cortes especiais de carnes com acompanhamentos tradicionais. São carnes exóticas, como o carré de cordeiro e o pernil de cordeiro.

O sistema acompanha buffet de pratos quentes, 30 variedades de saladas - que incluem aspargos, palmitos selecionados, alcachofra, etc. A tábua de queijos com destaque para o provolone defumado, o gouda e o gruyère. Sopas e sobremesas, como petit gâteau com sorvete de baunilha, cheesecake, tiramissu, duo gelatto, semifredo de limão e sobremesas caseiras - entre elas a ambrosia, que para quem não é gaúcho, é no mínimo diferente!



Se você é vegetariano, ou não come carne vermelha, e não pode recusar o convite de ir a Churrascaria ... não se preocupe! Na Chama de Fogo você pode abusar de comidas como massas, feijão e farofa. Ou pode saborear peixes e frutos do mar. Além de que aos sábados e domingos é servido Sushi. Ou outros buffes citados acima.

Na Churrascaria Chama de Fogo, o visitante também poderá conhecer de perto elementos da cultura gaúcha, e saborear o Chimarrão e degustar cachaças artesanais.



Se você acessar o site www.churrascariachamadefogo.com.br poderá ver detalhes das carnes e sua harmonização com vinhos. Aliás, na adega climatizada da Chama de Fogo estão 100 rótulos provenientes de diferentes uvas e de diversos países, através da parceria com a importadora Decanter... É permitido entrar e escolher a bebida de sua preferência.
Ou para quem preferir também há diversas marcas de cervejas, como a Baden e Baden, Eisenbahn, Boehmia tradicional e escura.

Acesse também o facebook e fique sempre em dia com as novidades.

Se estiver hospedado em Gramado solicite transporte gratuito

Av. Borges de Medeiros, 1350
Fone: 54.2386.2563
contato@churrascariachamadefogo.com.br

terça-feira, 15 de março de 2016

Cantina Pastasciutta, 35 anos

A Cantina Pastasciuta, em Gramado/RS, é uma casa genuinamente italiana.
2016 é uma data importante, pois marca 35 anos de uma história construída pela qualidade dos produtos e na arte de bem receber os visitantes.


Hoje as relações pessoais e comerciais envolvem comida. E como bem afirma o chef internacional Luciano Lunkes "celebramos nossas vidas ao redor da comida, este é o wave do momento". O Display Card, através de sua assessoria de imprensa, entra nessa onda contando sua degustação.
Então, o que realmente importa é: Let’s just celebrate! Send in the food!!


A Cantina Pastasciutta, desde 1981 serve delícias da gastronomia italiana. É uma casa genuinamente italiana!
Da abertura até hoje, quase nada mudou; há 35 anos prima em manter o padrão rigoroso em bem atender, a variedade e o sabor os pratos.
Hoje a casa é bem conceituada e conhecida nas redes sociais. Soube que 90% dos clientes já chegam sabendo o que querem experimentar, o que certamente significa que o 'boca a boca virtual' funciona!
A Pastasciutta é uma das cantinas mais antigas e mais movimentadas de Gramado. É também um dos clientes mais antigos do Display Card; é uma relação recíproca que tem como base a tradição dos serviços.

Mas... vamos a degustação e ao que nossos sentidos foram expostos!
O universo de tentações inicia com um belo mostruário com 12 tipos de massa. Depois, Itamar Minoro Horiike - gerente, trouxe um cardápio com sugestão de 20 molhos, lasanhas, canellonis, raviolis (de codorna ou salmão), carnes, sopas, frangos, risotos (de cogumelo ou codorna), Pernil de Cordeiro e sobremesas.
Se eu tivesse escolhido molho... teria optado pelo 'da Nona' - bolognesa, tomate seco, alho, cebola, sálvia, manjerona, pimentões e tempero verde.
Mas preferi me entregar a Lasanha da Casa.
O que há no recheio??
Tudo de delicioso que você possa imaginar!
Se você estiver em dieta ou tem restrição a glúten ou lactose... esqueça!
E mesmo que seu conjuge, ou alguém da família peça... é impossível repetir em casa! O segredo não é revelado pela 'dona Lúcia' (Ana Lúcia da Silva, que há 15 anos trabalha na cozinha da Cantina Pastasciutta).
Enquanto esperava o prato principal, degustei a entrada.
O pãozinho com molho de tomate seco e o de beringela... só de lembrar dá água na boca!
Depois a polentinha ... bem fritinha... permita-se misturar! (A polenta frita com os molhos, fica bem)


Entre uma 'garfada' e outra observe:
- A decoração. Ela remete o cliente a várias coisas que ouvimos sobre a tradição italiana. Atenha-se a criatividade... escorredores de massa viraram lustres; tarros de leite, lingüiças e salames são peças fundamentais na decoração. A bandeira da Itália está bem a vista! Os quadros apresentam regiões italianas; recortes emoldurados contam a história da casa.
O jogo americano conta, em poucas linhas, um pouco da história do vinho no mundo.
O que também chama a atenção é uma grande mesa, farta com queijos, pães, ervas, temperos e embutidos.
ah! e a música! uma seleção das mais conhecidas melodias italianas.

O que senti falta é aquele "volume italiano", sabe? Mas bem, em um restaurante as pessoas, em geral, usam o bom senso respeitando umas as outras e preferem a discrição.

Você também pode saborear: Porpeta ao Pomodoro

Opa! Chegou o prato principal! Chegou a Lasanha!
Por mais apetitosa que pareça! Por mais fome que você tenha... calma! A Lasanha está quente! (eu diria que... fervendo. Então cuidado, não queime a língua ou o céu da boca)
Deixe que te sirvam, espere e depois deguste.
Aliás, o atendimento, seja do gerente ou dos garçons, demonstra cuidado e atenção.


A Cantina Pastasciutta possui um espaço reservado no andar superior, próprio para pequenos eventos.

VOLTA NO TEMPO


Na Pastasciutta, a criatividade vai além da ambientação.
Para quem aprecia carros antigos, ou até mesmo para quem só tem curiosidade sobre o tema, o charmoso Calhambeque 1947 chama atenção em frente a Cantina.
É praticamente uma peça de antiquário! Bem conservado e padronizado.

Ainda tenho que comentar duas coisas:
- há estacionamento. Se você for em períodos de baixa temporada, pode estacionar na avenida. É seguro também.
- se você levar crianças, deixe-as experimentar o "Prato Infantil" (filé, arroz ou spaghetti na manteiga e batata sorriso)

Sobre a carta de vinhos, apesar de ser um complemento da refeição, ou um reforço ao prazer de comer, prefiro não comentar. Cada um tem seu gosto, e a Cantina tem todos! O que quero dizer é que o cardápio alcóolico é amplo, e certamente terá o de sua preferência.



A Cantina Pastasciuta passa aquela gostosa sensação de acolhimento que a alma aprecia.

A EQUIPE

Sei que não era hora de "bater papo" com a equipe, mas o gerente Itamar Minoro Horiike contou que a empresa faz questão que o colaborador participe de cursos de atendimento, de vinhos, de gestão de equipe, de relações humanas ... enfim, tudo o que qualifique ainda mais a Cantina Pastasciutta.
Destaco ainda que o Chef Daniel Costa há 10 anos comanda a cozinha.
Conversei rapidamente com Ana Lúcia da Silva, que há 15 anos trabalha na Cantina Pastasciutta.
Ela conta que no início era bem diferente, só havia um salão mas mesmo assim não havia "moleza"; em períodos de alta temporada, muitas vezes trabalhou até as duas horas da manhã. Hoje ela é responsável pelas sobremesas, pães, cucas e quando é necessário ela vai para o fogão. "Trabalhar aqui é muito bom! Os colegas são muito queridos e divertidos. Mas o divertido mesmo são as festas de final de ano!"

Informações:
Endereço: Av. Borges de Medeiros, 2083 - Centro - Gramado - RS
Telefone: (54) 3286-2131
Horário de Atendimento:
das 11h30min às 24h
Site
Facebook

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Mundo de Chocolate: viaje o mundo através de chocolate

 Mundo de Chocolate Parque Temático, em Gramado/RS, apresenta esculturas de até quatro metros de altura desenvolvidas em chocolate. Apresente minifolder Display Card e ganhe um brinde.

Em um cenário onde a magia e a realidade se confundem, o chocolate é o protagonista e ganha vida em diferentes formas e tamanhos. Assim é o Mundo de Chocolate, localizado na cidade de Gramado, na Serra Gaúcha e considerado um dos principais lançamentos de entretenimento do país.
Ao entrar no parque, o visitante é convidado a conhecer a história do Sr. Suisse e sua neta Avelã, que moravam juntos em uma fábrica de chocolate, localizada na cidade de Lugano, na Suíça. A menina tinha o sonho de conhecer diversos lugares do mundo e para isso, o avô recriava paisagens de chocolate para a jovem conhecer um pouco da história de outros países. Depois de conhecer diferentes destinos, os dois chegaram a Gramado, local escolhido para ela seguir os ensinamentos do avô. Avelã começa a recriar suas próprias esculturas de chocolate dos lugares por onde passou e dá origem a um mundo feito inteiramente de chocolate.

Durante a visita, é possível apreciar mais de 200 peças desenvolvidas em chocolate, distribuídas em três mil metros quadrados do empreendimento. Casa Branca, Monte Rushmore, Torre Eiffel, Cristo Redentor e Estátua da Liberdade são alguns dos cenários emblemáticos que integram o parque. Além disso, peças como Buda, animais, bolsas, sapatos, objetos de decoração e um rio de chocolate também despertam a atenção pela perfeição dos detalhes. “O parque é dividido em países e cada espaço conta com monumentos turísticos e detalhes que remetam ao local. Nosso objetivo é convidar os visitantes para essa viagem ao universo do chocolate, um mundo mágico e delicioso”, salienta um dos diretores do parque, Guilherme Luz.

Entre os destaques do empreendimento está a dimensão das peças de chocolate e os cuidados na fabricação e conservação. Algumas esculturas chegam a quatro metros de altura e outras pesam até uma tonelada. Produzidas com chocolate meio amargo, as peças são maciças e somadas totalizam 30 toneladas de chocolate no parque todo. “Contamos com uma equipe de escultores especializada e com ampla experiência no manuseio da iguaria. Para que as peças sejam conservadas, o parque estará sempre na temperatura de 18ºC”, destaca Guilherme Luz.

Entrada gratuita para moradores de Gramado e Canela
O Mundo de Chocolate, localizado em Gramado (RS), oportuniza aos moradores da região o acesso a toda estrutura mediante a apresentação de comprovante de residência, de segunda a quinta, exceto em feriados.

CAFÉ ET PÂTISSERIE
Depois da 'volta ao mundo' reponha as energias no Café et Pâtisserie.

LOJA LUGANO
Toda linha do delicioso Chocolate Lugano está junto ao Mundo de Chocolate.


Serviço
O quê: Parque Mundo de Chocolate
Onde: Avenida Borges de Medeiros, 2497 – Centro – Gramado/RS.
Funcionamento: de domingo a quinta das 9h30 às 20h e nas sextas e sábados das 9h30 às 21h30.
Valor: R$ 28. Criança até cinco anos não paga. Acima de 60 anos, crianças de 6 a 12 anos e estudantes mediante comprovação pagam meia-entrada
https://www.facebook.com/mundodechocolatelugano

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Marichen: a malha tricot do Verão

As lojas Marichen Tricot apresentam peças leves e versatéis para o Verão 2016.

Com a chegada da estação que traz calor e temperaturas mais elevadas, os looks tornam-se mais leves, com menos quantidade de peças e camadas.
A Marichen Tricot mantém seu espírito clássico e apresenta peças versáteis que vão de passeio a reunião de negócios, em tons coloridos ou discretos.
No momento da criação das peças Lourdes Tonetto considera que seu público vem de várias regiões do país, consequentemente de clima diferentes. Então, nas lojas o visitante encontra peças com texturas e cortes variados, sempre confortáveis e funcionais.



Há vestidos em neoprene com casaquinho em malha tricot para sobreposição; regatas com renda, viscose, tule em estampa digital ou étnica. Há também batas com amarrações ou com fio flamê space day - uma novidade com tingimentos espaçados de outras tonalidades.


'Em nossas coleções o público jovem não é nosso alvo. Nós respeitamos nosso DNA', esclarece Lourdes. 'Mesmo assim, a faixa etária que atingimos é bastante ampla visto que apresentamos peças diferenciadas, resultando em produtos de alta qualidade', afirma Lourdes Tonetto.


Outlet com descontos progressivos
Todas as lojas Marichen disponibilizam sessão Outlet com 50% de desconto em uma peça; 55% em duas e 60% em três peças.

A MARICHEN
A Marichen Tricot, desde 1982, mantém o espírito clássico com toques contemporâneos, procurando a modernidade, sem abrir mão do conforto e funcionalidade das peças masculinas e femininas, como no s acessórios.
Sempre com modelagem diferenciada, a malharia se preocupa em atender o público com coleções que abrangem todas as estações do ano.
A Marichen está com quatro lojas próprias, nas cidades de Gramado, Nova Petrópolis e Porto Alegre.

ENDEREÇOS
Gramado

Av. Borges de Medeiros, 2406
Fone 54.3286.2189

Rua Garibaldi, 180
Fone 54.3286.4046

Nova Petrópolis
Av. 15 de Novembro, 1783
Fone 54.3281.1348

Porto Alegre
Rua Ramiro Barcelos, 1200 - Galeria Vila Rica
Fone 51.3311.2938